Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 
Santo Antônio de Posse, 15 de agosto de 2018
  • Hiroshi Onoda - PTB
  • Vereadores
    16ª LEGISLATURA
    Presidente Atual
    Hiroshi Onoda
Data: 29/05/2018 Hora: 16:00:00
Câmara aprova por 6 a 5 projeto de lei que destina R$ 1 milhão à compra de imóvel para a Educação
Webline Sistemas

Único projeto de lei da Ordem do Dia que dividiu os vereadores na Sessão da Câmara de Santo Antônio de Posse da última segunda-feira (28), o remanejamento na Lei Orçamentária Anual de 1 milhão de reais que serão utilizados para a compra de um imóvel para utilização da Secretaria Municipal da Educação foi aprovado por 6 votos a 5, com desempate do presidente da Câmara, Hiroshi Onoda (PTB).

 

Placar da votação do projeto foi de 6 a 5 pela aprovação (em pé os vereadores contrários)

 

Uma das comissões da Câmara, a que trata dos assuntos relacionados à Educação, havia recomendado, por 2 votos a 1, a reprovação da matéria, mas o parecer foi rejeitado pela maioria no plenário e o projeto seguiu para votação.  De acordo com o Executivo, o valor a ser suplementado será obtido por meio de anulação da Cota Salário Educação (QSE).

 

O secretário municipal de Educação, José Fernando Serra, esteve na Sessão e defendeu a necessidade da compra do imóvel para viabilizar a transferência da Secretaria de Educação, da Supervisão de Ensino e da Central de Vagas para o novo local, que terá 320 m² de área construída, com um total de 12 salas e outras instalações. “A liberação do atual prédio da Secretaria vai permitir fazermos a ampliação do Programa de Atendimento Multidisciplinar Educacional Especializado (AMEE), que hoje oferece atendimento aos alunos em psicologia, psicopedagogia, fonoaudiologia, terapia educacional, reforço pedagógico e grupo terapêutico. O espaço físico da Biblioteca também vai aumentar e proporcionará melhores condições aos estudantes”, justificou o secretário.

 

Secretário da Educação defendeu a necessidade do investimento no novo espaço

 

OPINIÕES CONTRÁRIAS

 

A discussão do projeto gerou uma série de questionamentos dos vereadores Adalberto Bergo Filho (Dal do Betoca/PSB), Ana Brandão (PMN), Edson Gonçalves Santana (Baiano da Cesta/PRP) e Luís Antônio Ferretti (DEM). “Construir seria muito melhor. Vamos gastar R$ 1 milhão na compra de um imóvel pronto sendo que com esse dinheiro poderia ser construída uma obra linda, grande e que atenderia ao dobro de crianças que vai ser possível abrigar nesse espaço”, opinou o vereador Dal.

 

 

“Sou totalmente contra porque a Secretaria poderia aproveitar áreas que já são de propriedade da Prefeitura, como o imenso terreno dos bairros Maria Helena e Bela Vista ou ao lado da rodoviária, para construir esse prédio sem precisar gastar um valor tão alto”, manifestou-se o vereador Edson Baiano da Cesta.

 

“Acho que construir seria muito melhor do que reformar ou tentar adequar um local para as intenções que a Secretaria tem. Sou completamente a favor desse atendimento que vem sendo feito às crianças, mas sou contra fazer o investimento dessa forma”, argumentou o vereador Ferretti.

 

“Um local assim precisa ser projetado de acordo com as necessidades especiais desses alunos. Talvez até pudesse ser a favor de um investimento desses depois que todas as escolas estivessem lindas, arrumadas e com a estrutura adequada, o que hoje não está acontecendo. Acho que precisa haver bom senso”, ressaltou a vereadora Ana Brandão.

 

Após os debates, o projeto foi colocado em votação no plenário e houve empate em 5 a 5, com o vereador Antonio Carlos Cavalaro (Preto Eventos/PRP) alinhando-se ao grupo contrário junto com Dal, Ana, Edson e Ferretti. Já os vereadores Alfredo Aparecido de Souza (Guinho/SD), Ednei Rodrigues Silva (Esquerdinha/PPS), Carlos Roberto Perini (Nene Perim/PPS), Rafael Lanzi Vasconcellos (PSDB) e Sebastião Henrique de Souza (Neno do Gás/PSD) foram favoráveis à aprovação. Com isso, coube ao presidente Hiroshi Onoda anunciar o voto de desempate, dando maioria à aprovação do projeto de lei enviado pelo Poder Executivo, que agora segue para ser sancionado pelo prefeito municipal.

 

 

 

Comunicação da Câmara Municipal

 

Enviar esta notícia para um amigo

Reportar erro

Data: 29-05-2018 00:00:00


Próxima Sessão

33ª SESSÃO ORDINÁRIA


16ª LEGISLATURA

DIA: 27/08/2018

HORÁRIO: 18:00